Total Training > Bumbum > 5 dica para aumentar o bumbum definitivamente

5 dica para aumentar o bumbum definitivamente

Se você se interessou pelo assunto do tema é muito provável que esteja com vontade de melhorar o formato do seu glúteo (bumbum), mas se você acha que este artigo será como a grande maioria que vemos pela internet onde temos os famosos exemplos de “Os 5 melhores exercícios para aumentar seu glúteos feito pela fulana de tal” você está bem enganada. Porque esse tipo de informação superficial é que leva as pessoas a praticarem muitas coisas erradas na academia.

E certamente não será em um artigo que irei expor todos os fatores claramente que influenciam no aumento do glúteo. Mas desejo realmente que você, que chegou até aqui leia até o final. Pois essas dicas que irei passar, se você souber poderá procurar um profissional competente que saberá como aumentar seu bumbum de maneira definitiva, correta e segura. Então vamos as 5 dicas para aumentar o bumbum definitivamente:

1ª dica) Passo Avaliar e Planejar: Você é daquelas pessoas que entra na academia e não faz avaliação física? Imagina você tendo algum tipo de mal estar, doença, problema ósseo ou muscular e resolve ir ao médico. O que você espera que ele faça? Ele tem que te examinar, pedir exames para poder chegar a conclusão de qual melhor tratamento para você. Então, as pessoas são indivíduos únicos, cada uma apresenta uma quantidade específica de gordura corporal, massa muscular, encurtamento musculares, inibições musculares entre tantos outros fatores. Existem pessoas magras, pessoas com sobrepeso, pessoas com biotipos diferentes (olhe ao seu redor, todas as pessoas têm o mesmo formato de corpo?). Então, para cada pessoa existe um treinamento específico baseado nos resultados de sua avaliação física e funcional. E após isso deve haver uma planejamento a longo prazo. Imagina uma pessoa que queira aumentar os glúteos mas tem um percentual de gordura elevado, apresenta encurtamento dos posteriores de coxa, escoliose a direita e fortes dores nos joelhos. Como deve ser o treinamento para essa pessoa? Primeiro vamos diminuir gordura ou aumentar o glúteo? Vamos alongar ou curar a dor no joelho? Certamente a pessoas tem que fazer todas as etapas, mas qual é a ordem? Para isso que serve a avaliação e o planejamento, para responder essas perguntas.

2ª dica) Alongar para crescer: O que tem haver alongamento com aumentar o glúteo? Ficou doido? Caaalma, apesar do senso comum e de as pessoas acreditarem que isso não influencia no aumento do glúteo você está completamente equivocada. Os encurtamentos musculares adquiridos pelas más posturas do nosso dia a dia ou por exercícios mal executados influencia diretamente no desenvolvimento do seu glúteo. Existe em nosso corpo um mecanismo chamado “inibição recíproca” (quando um músculo se contrai o músculo que faz o movimento contrário tem que relaxar). Um exemplo: Quando você faz a flexão de cotovelo (dobra seu braço) você utiliza o bíceps entre outros flexores do cotovelo, ao mesmo tempos os músculos extensores do cotovelo tem que relaxar e você não precisa ficar pensando nisso, apenas manda o comando para dobrar o braço que todo esse mecanismo acontece automaticamente. Então, voltando ao nosso glúteo, imagine que você passe 8 horas por dia sentada o que acontecerá é um encurtamento do músculo Iliopsoas que é um flexor do quadril, este músculo faz o movimento contrário ao glúteo, que é um extensor do glúteo. Então, quando temos o músculo íliopsoas encurtado seu glúteo estará inibido e consequentemente mole e não responderá aos estímulos para aumentar. Então resumindo primeiro de tudo você terá que fazer alongamento para o Iliopsoas para que ele volte ao seu tamanho normal e assim desfazer a inibição que ele está causando no glúteo. Esse é apenas um exemplo, muitos outros músculos podem estar encurtados afetando o desenvolvimento do seu glúteo e isso só será descoberto através de uma avaliação funcional.

3ª dica) Nutrição para aumentar os glúteos. As pessoas que têm sucesso no treinamento com toda a certeza tem uma nutrição voltada para seu objetivo. Pouco vai adiantar você se dedicar aos treinos se sua alimentação não estiver adequada. A grande maioria das pessoas acreditam que sabem se alimentar, mas sinto muito em dizer que não é bem assim. Talvez você tenha consciência de quais alimentos devemos consumir, mas você sabe dizer realmente em qual momento? em qual quantidade? Isso somente uma nutricionista poderá responder. Após consultar uma nutricionista você deve seguir a orientação consistentemente, de pouco adianta seguir em alguns momentos e em outros não. E ainda tem mais, para cada fase do treinamento existe um tipo de nutrição. Se você está na fase de queimar gordura é um tipo, se está na fase de ganhar músculos é outro tipo. A nutrição correta é fundamental para se construir o tão sonhado glúteo perfeito.

4ª dica) Os melhores exercícios. É muito comum você achar pela internet “os melhores exercícios para aumentar o glúteo”, se você procurar no google encontrará milhares de artigos e vídeos. Porém poucos realmente terão valor real para você. Porque os melhores exercícios para aquela pessoa que está no vídeo não será os melhores exercícios para você. A primeira coisa que você deve ter em mente é que somos únicos, e sendo assim cada treinamento deve ser individualizado. E como vamos descobrir os melhores exercícios? Voltamos então para nosso velha e boa avaliação. Através dela iremos descobrir as suas particularidades e planejar um treinamento individualizado para você naquele momento. E como o corpo sofre adaptação daqui a algum tempo o treino deverá se adequado novamente para que você posso continuar progredindo, então teremos que passar novamente por uma avaliação. Agora só para falar um pouco de exercícios seu treino deve conter exercícios multil articulares como os mais variados tipos de agachamento, leg press, hack machines, terra, stiff e os exercícios isolados servem para dar a forma final do seu glúteo. A seleção e ordem dos exercícios deverá ser prescrita pelo seu treinador que deverá ter feito em você uma avaliação.

5ª dica) Sem descanso não há ganho: Uma crença comum que vejo predominar nas academia é que quanto mais exercícios melhor. Então, a cliente chega para o professor falando que quer aumentar o glúteo e o mesmo coloca para fazer exercícios de perna todos os dias. Ex: Agachamento, Leg press 45 e stiff na segunda, quarta, sexta e exercícios isolados para glúteos como glúteo 4 apoios, extensão na polia, cadeira abdutora nas terças e quintas achando que está arrasando e os glúteos irão explodir. A má notícia é que seu glúteo irá diminuir e ficar flácido. Tudo porque o glúteo é trabalhado nos exercícios multi-articulres como agachamento, leg press, stiff sendo assim, seus músculos não terão descanso, e se não tem descanso não há aumento. Um músculo para aumentar precisa descansar de 48 a 72 horas. Então o melhor que você tem a fazer é concentrar os exercícios de membros inferiores para o mesmo dia. Ahh e não vale fazer exercícios de perna tudo num dia e no outro dia ir se acabar num treino de SPINNING, porque um treino desses também utiliza muita perna e glúteos, sendo assim seu músculo não terá descanso. Então em fase de hipertrofia você precisa se concentrar nos exercícios de musculação e dar um intervalo de 48 a 72 horas entre um treino de perna e glúteos e outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *